Uma geração sem nada – Parte 1

Finalmente aconteceu!

O Encontro de Jovens Marcados Para Impactar aconteceu entre os dias 01 e 03 de agosto e, como não poderia deixar de ser, o Senhor fez infinitamente mais do que aquilo que havíamos pedido ou pensado. Uma geração diferente está se levantando, e eu me regozijo em Deus por fazer parte dela!

Este estudo bíblico é uma síntese do sermão que o Espírito me conduziu a pregar no Encontro. O tema é “Dependência de Deus”, e fala sobre um nível de dependência absolutamente radical e ousado. Confesso ainda não estar vivendo plenamente essa palavra, mas estou caminhando para isso e, com muito esforço e o auxílio do Espírito Santo, tenho plena convicção de que chegarei lá.

Vamos ao texto-base:

“Por esse mesmo tempo, o SENHOR separou a tribo de Levi para levar a arca da Aliança do SENHOR, para estar diante do SENHOR, para o servir e para abençoar em seu nome até ao dia de hoje. Pelo que Levi não tem parte nem herança com seus irmãos; o SENHOR é a sua herança, como o SENHOR, teu Deus, lhe tem prometido.”

Fazendo uma breve retrospectiva da história da nação de Israel, vemos Deus firmando uma aliança eterna com Abraão e prometendo fazer dele um grande e numeroso povo. Essa promessa é confirmada a Isaque e, posteriormente, a Jacó, até que os anos passam e de fato os filhos de Jacó se multiplicam no Egito e se tornam uma incontável multidão. É interessante notar que, desde o início, Deus tem a nação de Israel como o Seu povo especial e particular no meio de todos os outros povos. Tanto que, no hebraico, Deus faz clara distinção entre o seu relacionamento com Jacó e com as “nações” (hebr. goyim, muitas vezes traduzido como gentio, povo profano). Pois bem, Deus chama todo o Israel de “minha possessão particular” no meio de todos os povos, isto é, Israel era o povo de propriedade exclusiva Sua, a nação escolhida dentre todas as outras para estabelecer uma aliança com o Único e Verdadeiro Deus.

Porém, quando Israel sai do Egito, Deus faz uma declaração marcante, e é exatamente aqui que eu quero chegar. Embora toda a descendência de Abraão fosse, por promessa, o Povo de Deus, o próprio Deus se levanta para escolher, dentre as tribos de Israel, uma tribo com quem estabelecer um relacionamento mais íntimo e profundo: os filhos de Levi.

Em outras palavras: todo o Israel é o povo particular de Deus, mas o Senhor diz: “os levitas são meus”, convidando-os a ser um “povo dentro do povo”. Os levitas recebem a dádiva de ministrar ao Senhor no Tabernáculo; eram eles quem habitavam mais próximos da Tenda do Testemunho, o lugar da habitação de Deus na peregrinação pelo deserto; eram eles quem montavam e desmontavam a Tenda; eram eles quem auxiliavam os sacerdotes em todo o trabalhar para Deus; eram os levitas, ainda, quem carregavam a Arca da Aliança durante a peregrinação. Se compreendemos o simbolismo do Tabernáculo, dos seus utensílios e da Arca nesse período da história de Israel, poderemos entender o quanto os levitas eram privilegiados. Eles simplesmente haviam sido escolhidos soberanamente para andar junto da presença de Deus e ter contato com a Sua Glória!

No entanto, há um preço para ter acesso a esse nível de intimidade com Deus, e é sobre isso que eu quero falar: os levitas não tinham direito a herança na Terra Prometida, pois “O SENHOR é a sua herança”. O Espírito, através da Palavra, me levou a refletir profundamente sobre essa realidade, convidando-me a trazê-la para a Igreja de hoje. Se queremos ter intimidade e carregar a glória de Deus em nossas vidas, precisamos fazer parte de uma geração como Levi, que abre mão de sua porção na terra para ficar mais perto de Deus.

Precisamos ser uma “Geração sem nada”, uma juventude totalmente dependente do Senhor. E o que isso significa, na prática? Significa que precisamos renunciar a tudo e aprender a viver somente com aquilo que o Senhor nos dá.

Uma Geração sem nada; mas sem o quê?

SEM HERANÇA NA TERRA

“entristecidos, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas possuindo tudo

Dependência é confiar no sustento de Deus. Não significa que não possamos ter bens materiais, mas sim que a nossa dedicação será para Deus antes de tudo. Os levitas não eram pobres, eles recolhiam os dízimos e dali tiravam seu sustento. Entretanto, sua principal tarefa não visava ganhar dinheiro; seu alvo era servir a Deus e desfrutar de sua glória!

Uma geração sem nada precisa tirar suas preocupações do tema “prosperidade”. Ainda que eu tenha plena confiança de que Deus se agrada de nos abençoar financeiramente, nos fazendo crescer, eu também sei com certeza que esse não é o seu objetivo maior em nos ter como seu povo exclusivo. Deus quer, acima de tudo, nos conduzir para mais perto de Sua presença. O resto, sinceramente, é resto.

Precisamos compreender que somos peregrinos e estrangeiros sobre a terra. Se tivermos tal consciência, nunca mais pensaremos em abandonar o Senhor por motivos financeiros. Também nunca pensaremos em agradá-lo para receber algo em troca. Uma geração sem nada não se ocupa com estas coisas; uma geração sem nada não quer prosperidade, quer intimidade e santidade!

[Continuaremos com esse estudo em breve. Até lá, e desculpem a demora!]

Anúncios

Uma resposta em “Uma geração sem nada – Parte 1

  1. sou um díscipulo de Cristo para levar as boas novas do Evangelho de Cristo- este estudo foi ótimo para mim e para minha esposa. obrigado Jesus que a graça de Deus Pai por meio Jesus e a comunhâo do Espírito Santo esteja com todos vocês, este estudo foi uma benção em minha vida.
    Obrigado Senhor Jesus. Aleluia!
    sei que Deus tem mais para nós. Aleluia!Aleluia!Aleluia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s