Quando Ele está entre nós… (4)

Quando Ele está entre nós... há novidade de vida!4) “Cheio de verdade”: Se o Filho de Deus veio a nós cheio de graça porque estávamos debaixo de uma terrível desgraça, que era a condenação do inferno, ele veio a nós cheio de verdade porque estávamos escravizados pelas nossas próprias mentiras. Jesus chamou alguns de seus aparentes seguidores de filhos do diabo, porque eles amaram mais as suas mentiras do que a Verdade que Jesus possuía. Também nós não somos assim? Não amamos mais as mentiras que nós construímos do que a verdade pura da Palavra de Deus? Não temos sempre uma desculpa, uma opinião, um “eu acho assim”, “eu penso desse jeito”? Ora, Jesus veio nos libertar da mentira e abrir os nossos olhos para Ele, que é a própria Verdade. Então deixe-me alertar você para três mentiras nas quais muitas pessoas acreditam e que têm levado miríades de homens para o inferno:

“Eu sou uma boa pessoa; acho que vou para o céu”: Essa é a mentira mais escabrosa, e infelizmente é a que mais tem levado pessoas ao lugar oposto àquele a que elas pensam estar indo. Talvez você sinceramente ache que tem boas obras o suficiente para ser salvo. Mas se a luz de Cristo for lançada sobre o seu coração agora, que ela encontrará? Certamente, uma pilha de “pecadinhos” que, amontoados, formariam uma verdadeira torre de babel! Ciúmes, brigas de família, vingança tomada contra alguém, inveja, fofoca, desejos impuros, olhares cobiçosos… E, de todos os pecados, qual será maior do que este que você comete agora: a soberba de achar que não precisa de Jesus?

“Deus é justo, Ele não vai me mandar para o inferno”: Não! Deus é justo, e é exatamente por isso que Ele vai mandá-lo para o inferno, se você não crer em Seu Filho. Ou você acha que um Deus santo como Ele iria suportar debaixo de suas narinas o fedor putrefato do seu pecado? Não! Se você não receber o Filho de Deus antes de tornar ao pó, pode se assegurar de que o Deus justo, vivo e verdadeiro já tem reservado a Sua ira para derramar sobre você, por toda a eternidade.

“Tenho outras coisas importantes para pensar; depois resolvo isto”: Que terrível saber que tantas pessoas pensam assim, ainda que não admitam. Elas até reconhecem o seu pecado; se questionadas, talvez tenham a consciência de estarem indo para o inferno. Mas elas estão ocupadas demais para pensar sobre a sua eternidade! Os cuidados com o corpo são mais importantes; as preocupações com a família são mais urgentes; os problemas de trabalho exigem maior atenção. Quando essa pessoa se vir ardendo em chamas por toda a eternidade, será que ela terá tempo de pensar que poderia ter reservado alguns minutos de sua vida terrena para pensar sobre a morte?

Que o Verbo cheio de verdade nos livre dos males dessas mentiras infernais!

[continua]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s